fbpx

No dia 8 de janeiro, assistimos consternados os atos de vandalismo que depredaram os prédios do Congresso Nacional e do STF, destruindo móveis, obras de arte e ornamentos.

Nós sabemos que existem trabalhadoras e trabalhadores efetivos e contratados, em sua maioria mulheres, responsáveis pela manutenção e limpeza de toda a estrutura dos prédios. Ocorre que o estrago foi tamanho que a força-tarefa necessária para restauração da estrutura extrapola a função cotidiana desses trabalhadores.

Este trabalho extenuante foi extremamente necessário para a retomada das nossas instituições democráticas. Diante disso, a professora Luciene Cavalcante encaminhou uma carta ao STF e à Presidência da Câmara solicitando que sejam estudadas formas de remuneração adicional aos profissionais da limpeza.