fbpx

No ano passado, a farsa do Novo Ensino Médio voltou a nos assombrar após Mendonça Filho, o autor original desse projeto de precarização da educação, foi designado relator da matéria na Câmara dos Deputados. Mas após muita mobilização dos estudantes, dos profissionais da educação e do Coletivo Educação em 1º Lugar, conseguimos retirá-lo da pauta do plenário. Contudo, essa matéria será levada à votação com a retomada do ano legislativo, então é muito importante que intensifiquemos nossa mobilização.

Envie mensagens aos deputados da Câmara dos Deputados e ajude a pressionar para que VOTEM PELA REJEIÇÃO do relatório do deputado Mendonça Filho do PL 5230/23 que estabelece o Novo Ensino Médio. O relator alterou a proposta do governo, que havia atendido inúmeras críticas ao projeto elaborado pelo próprio Mendonça Filho durante o governo Temer. O resultado é que o relatório desenvolvido é um grave retrocesso à educação pública, diminuindo a carga horária obrigatória, reduzindo matérias básicas e ampliando os inviáveis itinerários formativos. Além disso, precisamos da retirada da possibilidade de “notório saber”, que significa pessoas sem formação e habilitação dando aula. Não podemos permitir que esse projeto precarize a educação dos nossos estudantes.

Peça aos parlamentares para que eles digam NÃO a esse projeto que quer aprofundar as desigualdades sociais do nosso país!